Publicado en línea el Jueves 17 de septiembre de 2020, por Correio24horas

Não é só o tráfico de drogas que rende altos lucros para Johnny Bravo, o traficante que comanda a Rocinha no Rio de Janeiro.

Uma forma de ganhar dinheiro encontrada por ele é extorquindo motoristas que realizam transporte alternativo na favela, como motoristas de aplicativos, vans e motoboys. Segundo a TV Globo, a quantia arrecadada através deste “imposto” chega a quase R$ 800 mil por mês.

Motoristas de aplicativos precisam pagar para subir a comunidade levando moradores. As 23 Kombis que rodam no Vidigal, outra região dominada por ele, desembolsam R$ 100 por semana, cada uma.

Mas o grosso do lucro sai da quantia paga pelos motoboys, sendo 286 pagando R$ 90 semanais no Vidigal; e 1.244 pagando R$ 100 para trabalhar na Rocinha.

Mas a maior parte da renda fica por conta a circulação das motos entre as comunidades: de acordo com informações de inteligência da polícia, são 286 no Vidigal, pagando R$ 90 semanais; e outros 1.244 motoqueiros pagando R$ 100 para rodar dentro da Rocinha.

Mas as formas de ganhar dinheiro da quadrilha não param por aí. Multifuncionais, eles também oferecem serviços, como o “gatonet” (TV à cabo pirada), controle dos pontos de distribuição de internet, além da extorsão a donos de barracas no entorno e dentro da favela e ao comércio de gás.

Para se ter ideia, a Rocinha tem o botijão mais caro das favelas da cidade, chegando a custar R$ 100, diz a TV Globo.

“Muitos moradores que têm carro tentam comprar o botijão em outras favelas, como Rio das Pedras, onde ele custa menos de R$ 70, mas eles são ameaçados quando são descobertos que estão comprando fora”, contou um morador.

Até para “pegar o baba” os moradores e visitantes do local precisam abrir a carteira. O campo de futebol no alto do Vidigal, que em tese é público, foi tomado pelo bando e o aluguel está saindo por R$ 300.

Traficante metrossexual John Wallace da Silva Viana é extremamente vaidoso, tanto que recebeu o apelido de Johnny Bravo. Mas toda a produção e o rostinho bonito escondem que Johnny, de fato, é bravo. Segundo o jornal Extra, o chefe do tráfico da Rocinha, apesar do metrossexualismo, não gosta de mostrar seu estilo ao mundo, se recusando a tirar fotos. Além disso, é considerado extremamente perigoso e vingativo.

Para quem fica atraída(o) por ele, mostra seu lado galã. Para os inimigos que o ameaçam, a sentença dada por ele é a morte.

O último nome que entrou na lista negra do Bravo é o autor de imagens em que o traficante aparece curtindo um baile funk ao lado de marginais que, armados com 22 fuzis, faziam sua escolta.”Quem gravou a equipe do Bravo na Rocinha no baile vai morrer. quem estava do lado de quem estava gravando vai ser cassado para falar como a pessoa era, entendeu?”, diz, segundo o Extra, mensagem postada em redes sociais pela quadrilha.

Em uma de suas poucas fotos obtidas pela polícia ele, claro, aparece ousando no look: um colar precioso, anéis, roupa preta e um fuzil para dar o toque final.

No anel utilizado por ele aparecia o nome Rogério 157, o traficante Rogério Avelino da Silva, preso em 2018 e condenado a 32 anos de prisão. Mesmo preso na penitenciária federal de Porto Velho, em Rondônia, ele continua dando as cartas na Rocinha.

Rogério 157 destituiu do poder José Carlos de Souza Silva, o Gênio, e colocou em seu lugar Jhony Bravo e Leandro Pereira da Rocha, o Bambu, acusado de ser o pivô da morte de um policial em 2018.

“Jhony Bravo é um dos piores traficantes de quem eu já tive notícia. Durante a guerra da Rocinha entre o Nem (Antônio Francisco Bonfim Lopes) e o 157, Bravo e os seguranças dele foram os únicos que não saíram da comunidade. Mesmo com a intervenção do Exército e aquela quantidade toda de policiais, ele encontrou uma forma de permanecer na comunidade. É um traficante que tem uma cabeça de ’empresário’ e de ‘guerra’ ao mesmo tempo, o que é meio difícil de se ver. Geralmente, eles são um ou outro, mas ele tenta unir os dois lados. Jhony é o tipo de bandido que não posta nada, não gosta que tirem sua foto, é reservado e meio neurótico com o corpo. Gosta de malhar. Em cada um de seus esconderijos há uma mini academia de ginástica”, contou ao Extra uma fonte na polícia.

A fonte disse ainda que Gênio foi afastado por causa de sua relação ostensiva com a população da Rocinha.

“Ele agredia moradores, punha barricadas para controlar os acessos, chegava a pedir a identificação de pessoas. Na cadeia hierárquica do crime, Bravo era o 03 ou 04 sob o comando do 157, mas acredito que por questão de capacidade mesmo acabou assumindo. Bambu, ao que parece, é um idiota e no caso do soldado Mesquita quase foi preso. Nessa, o Bravo ganhou

Segundo o Portal dos Procurados, que oferece recompensa de R$ 1 mil para informações que levem ao traficante, em 2014 circulou uma informação de que Jhony Bravo teria saído do Brasil e fugido para a Suíça por desavenças com sua quadrilha. Essa não teria sido sua única viagem internacional: Jhony, que fala inglês, viajaria frequentemente para o exterior.

Fonte: Correio24horas

The post ‘Johnny Bravo’ lucra quase R$ 800 mil por mês extorquindo motoristas de aplicativo appeared first on Adital .


[ Imprimir este artículo ] [ Enviar a un amigo ] [ Ir a la cabecera ]
 

 
 

   APPS

   ASIA

   DEMOCRACIA

   DERECHOS HUMANOS

   DESARROLLO/GLOBALIZACIÓN

   DIÁLOGO NORTE-SUR

   ECOLOGÍA VS ECONOMÍA

   ENLACES - LINKS

   ESTADÍSTICAS

   EUROPA

   LATINOAMÉRICA

   OLVIDADOS POR LA HISTORIA

   SOLIDARIDAD

   TRIBUNA LIBRE



LISTA DE CORREO


�Desea participar al enrequecimiento de esta p�gina?

�Quiere denunciar alguna situaci�n?

Env�enos su art�culo a esta direcci�n de correo electr�nico:

   webmaster@respublicae.org

[ Mapa del sitio ] [ Ir a la cabecera ]

 


 
En la misma sección

Leer otros artículos :
Le père Paolo Dall’Oglio (s.j.), détenu par les jihadistes en Syrie
Déclaration finale du Groupe international de soutien au Liban
08/08/16 - Con Hebe y Milagro
Rusia: Investigador de Amnistía secuestrado y sometido a simulacros de ejecución en Ingusetia
Siria: Nueva ley sobre la propiedad castiga a las personas desplazadas y podría obstaculizar la investigación de crímenes de guerra
26/02/16 - El Papa pide a los obispos mexicanos que no hicieran tratos con el poder
Manifestation nazie à Kiev
L’administration Trump contre le Liban
Amnistía Internacional y Truly. Media unen sus fuerzas para luchar contra las “noticias falsas”
Brasil: Es inaceptable que después de seis meses aún no se haya identificado a quienes mataron a Marielle Franco

EN LA RED :
Erdoğan dénonce « les politiques vicieuses, provocantes et haineuses de Macron »
George Soros envoie 2 000 mercenaires kurdes en Arménie (Erdoğan)
Campagne médiatique antichinoise organisée par l’Australie
Londres a organisé des attaques contre Moscou (Lord Sedwill)
Qu’est-ce qui intéresse les Russes dans la guerre du Haut-Karabagh ?, par Valentin Vasilescu
Covid : un couvre-feu pour quoi faire ?, par Thierry Meyssan
Selon Washington, c’est l’Azerbaïdajan qui ne respecte pas le cessez-le-feu
Ilham Aliyev : « Il n’y aura pas de référendum [au Karabagh], jamais ! »

[ Ir a la cabecera ]
 

Portada En breve Mapa del sitio Redacci�n


Respublicae.Org es un portal abierto que se nutre de los trabajos de muchos colaboradores ben�volos externos, de diferentes origen e ideolog�a. Por lo tanto, los administradores de este portal no se hacen responsables de las opiniones vertidas en los art�culos que aqu� se publican.
Copyright © RESPUBLICAE.ORG 2003-2007
Sitio web desarrollado con SPIP, un programa Open Source escrito en PHP bajo licencia GNU/GPL.
Dise�o © Drop Zone City & Respublicae.Org